Ataques do regime sírio e da Rússia deixaram nesta segunda-feira 25 civis mortos, entre eles sete crianças, em diferentes partes do noroeste da Síria, informou uma ONG com sede em Londres.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) disse que 13 das vítimas morreram em ataques aéreos do regime do presidente Bashar Al-Assad na cidade de Jabala, na província de Idlib.

Idlib, último reduto jihadista do país, é alvo de bombardeios quase diários por parte do regime sírio e seu aliado russo.

Esta escalada de violência contra uma região em que vivem cerca de três milhões de pessoas deixou mais de 360 mortos desde o fim de abril, segundo o OSDH.

Segundo as Nações Unidas, os ataques forçaram mais de 270.000 pessoas a deixarem suas casas, e danificaram 24 hospitais e dispensários.

* AFP

 Veja também
 
 Comente essa história