Com o objetivo de avançar na divulgação e ampliar o conhecimento técnico e científico sobre estudos, tratamentos e diagnósticos a respeito das mais de 120 doenças reumatológicas, Florianópolis sedia, após três décadas, a 34ª edição do Congresso Brasileiro de Reumatologia. Participam desse importante evento pelo menos 2,3 mil médicos de várias partes do Brasil, Estados Unidos, Canadá, Alemanha e Israel.

A reumatologia é uma das áreas que mais avança na medicina. Em todo o mundo, inúmeras pesquisas estão sendo realizadas em diferentes campos relacionados às doenças autoimunes, como forma de diminuir a gravidade e o impacto na qualidade de vida dos pacientes.

De acordo com o Ministério da Saúde, essas doenças atingem pelo menos 15 milhões de brasileiros e não escolhem sexo, idade e nem condição social, tendo ganhado, nos últimos anos, grande visibilidade quando personagens do meio televisivo, artístico e esportivo declararam serem portadores de doenças autoimunes.

O congresso tem a participação aberta a médicos de várias especialidades. Um dos incentivos são os avanços das terapias imunobiológicas, que serão apresentados no evento, que inclui drogas indicadas para o tratamento da psoríase cutânea, doença tratada por dermatologistas, e, também, medicamentos modernos e de grande eficiência para o tratamento da osteoporose grave, patologia tratada principalmente por reumatologistas, clínicos, ginecologistas e ortopedistas. Outros profissionais que têm papel importante no processo de identificação das doenças reumatológicas são os da área da clínica médica e medicina da família. São estes que, muitas vezes, têm o primeiro contato com o paciente.

O 34º Congresso Brasileiro de Reumatologia, em Florianópolis, reforça o compromisso da Sociedade Brasileira de Reumatologia e de seus médicos associados em ampliar o conhecimento sobre as doenças autoimunes, firmando um esforço coletivo para evitarmos que essas doenças possam impactar no agravamento do quadro da saúde pública do país.

*Ivanio Pereira é reumatologist e presidente do 34º Congresso Brasileiro de Reumatologia 

 Veja também
 
 Comente essa história